Camaleões

Havia um, o Meno, que julgava que era o cabrão do Jimi Hendrix, tinha grandes sonhos. (...) Sabes o que é que lhe aconteceu? Foi para a Suíça trabalhar num restaurante, casou-se com uma gaja de lá e arranjou os dentes. (...) Anda a fazer de empresário de sucesso. Malta assim fascina-me. Passam de um papel para outro convencidos de que os outros papam estes filmes, de que toda a gente os admira, de que são grandes. Grandes merdas, merdas como nós. Como eu e tu. Não são melhores.

Bruno Vieira Amaral, As Primeiras Coisas

Sem comentários

Enviar um comentário